Arquivo

Posts Tagged ‘Catolicismo’

Corpus Christi (significado).

(Google Imagens)

A festa de Corpus Christi (Corpo de Cristo) é uma das festas mais alegres para o povo católico. Por impossibilidade ética de externar toda sua alegria, na quinta-feira santa que é a Eucaristia, dia da instituição do sacerdócio e do sacrifício cristão, quando estão revivendo as dores da paixão de Jesus, a Igreja reservou a quinta-feira após o primeiro Domingo depois do Pentecostes, para esta solenidade.

O Catolicismo comemora nessa data o sacramento da última Santa Ceia celebrada por Jesus Cristo antes de sua morte na cruz do Calvário.

“E quando comiam, Jesus tomou o pão, e, abençoando-o, o partiu, e o deu aos seus discípulos, e disse: ‘Tomai, comei, isto é o meu corpo’. E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho, dizendo: ‘Bebei dele todos; porque isto é o meu sangue, o sangue do Novo Testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados’.” (Bíblia Sagrada. Mt. 26:26-28)

(Google Imagens)

CORPUS CHRISTI

 

Antes de ser na cruz sacrificado,

e pelos homens imolado,

Jesus, Nosso Senhor,

num gesto de amor,

reuniu os Apóstolos,

na última ceia.

 

A hora sagrada, solene o momento.

Jesus abriu seu coração

E leu o Testamento:

“Eu vos dou um novo Mandamento:

Amai-vos uns aos outros como eu vos amei.”

 

Em seguida, o Filho de Deus

Lavou os pés dos seus.

No meio dessa humildade,

Escondia-se tanta grandeza!

A primitiva nobreza!

 

Como poderia partir

E ao mesmo tempo aqui ficar?

A Eucaristia foi a solução

Abençoou o pão e o cálice,

Deixando-nos este Sacramento,

Por seu Testamento.

 

É o memorial de sua Paixão.

Garantia da nossa ressurreição.

Com ele se renova a Aliança,

Fonte de nossa esperança

Transformou o Cenáculo

No primeiro Tabernáculo.

 

Para festejar neste momento,

da Eucaristia o grande Sacramento,

O corpo de Cristo é levado

pelas ruas, pelo povo é adorado.

O povo cristão está em festa,

Sua fé com vivas manifesta.

 

As janelas estão enfeitadas,

Com flores, praças e ruas ornadas.

Há lindos tapetes e pinturas,

Símbolos e figuras,

Obras de tantos artistas,

que merecem ser vistas.

 

Por onde passa a procissão,

Fica-se tomado pela emoção.

Jogam-se flores e batem-se palmas,

Regozijam-se os corações.

Repete-se o gesto milenar

De Israel o alegre cantar.

 

É como se fosse a entrada triunfal

De Cristo na sua capital.

De joelhos ou de pé,

À passagem de Cristo, renovamos a fé,

Agradecemos a Deus

Por este pão descido dos céus.

 Fonte: Origem das Datas Comemorativas – Mario Basacchi

Postado por: Sonia Valerio da Costa
03/06/2010
Anúncios

Natal (25 de Dezembro)

 

O Natal é a maior festa do calendário cristão, quando se comemora o nascimento de Jesus Cristo, Filho de Deus. Porém, em outras religiões, o Natal não tem nenhum significado marcante. Muitas pessoas, mesmo não religiosas, aproveitam o clima de festa e confraternização e reunem-se com amigos e familiares, celebrando a amizade, a paz, a reconciliação e o amor.

 

SIGNIFICADO DO NATAL EM ALGUMAS RELIGIÕES:

Budismo: O Natal cristão não é marcado no calendário budista e nem comemorado nos seus templos budistas. No Budismo se comemora o Vesak, quando é lembrado o nascimento, iluminação e morte do príncipe indiano Sidharta Gautama, o Budha; essa comemoração acontece na Lua Cheia no mês de Maio.

Judaismo: O Natal, como comemoração do nascimento de Jesus Cristo, não existe para os judeus. Eles estão embasados apenas no Velho Testamento (primeira parte da Bíblia), que vem antes de Cristo, e acreditam que o Messias ainda não chegou. Reconhecem Jesus apenas como uma pessoa importante para o mundo.

Islamismo (Muçulmanos): Os Islâmicos respeitam a comemoração do Natal, mas a data não tem significado religioso para eles. Jesus é apenas mais um profeta para os muçulmanos. A religião islâmica (ou muçulmana) tem Jesus Cristo como um dos seus cinco principais profetas, ao lado de Abraão, Noé, Moisés, e Mohamad (ou Maomé), este último, a principal figura do islamismo, para quem teria sido revelado o Alcorão (ou Corão), o livro sagrado da religião. Jesus é citado 19 vezes no Alcorão. “Allah – Sao La Ilaha Ila Allah (não há divindade a não ser Allah – frase dita como testemunho à existência de Allah, um dos cinco pilares da religião) – descreve Jesus no seu sagrado Alcorão como um dos cinco maiores profetas, apesar de Allah – Sao La Ilaha Ila Allah – ter enviado mais de 124 mil profetas. Os cinco maiores profetas são: Abrahão, Noé, Moisés, Jesus e Mohamad. Esses são os profetas que mais se sacrificaram pela causa de Allah – Sao La Ilaha Ila Allah. Jesus, então, é reconhecido como um dos grandes profetas. Não há diferença entre um profeta e outro.

Hare Krishna: O Natal é considerado como o nascimento de uma grande personalidade, no caso, Jesus Cristo, que foi uma alma enviada a este mundo, com a missão de preservar valores religiosos e morais e proteger a sociedade humana da degradação. Não consideram o Natal como o nascimento de Deus, pois acreditam que Krishna (Deus adorado por essa religião) , encarnou por diversas vezes na terra. Comemoram o Natal como uma celebração de paz e do amor divinos, tanto em família, como com outros devotos de Krishna.

Espiritismo: O importante no Natal, não é o dia em que é comemorado, mas a razão de se comemorar. Se reunem com irmãos entre diversas religiões, para reavivar os ensinamentos de Jesus: perdão, amor e caridade. Entendem que o Natal deveria ser uma filosofia de vida e não uma data a ser comemorada. Apesar de se reunirem, fazerem ceia e trocar presentes, se esforçam para não cairem no consumismo e se lembrarem mais do Papai Noel do que de Jesus.

Catolicismo: Celebrar o Natal significa comemorar o nascimento de Jesus que veio para nos trazer paz; essa data se tornou de fundamental importância para o cristianismo. Ao longo da história, devido à onda excessiva de consumismo, o sentido principal dessa festa foi se perdendo. As Dioceses estão fazendo campanhas para que seja resgatado o real significado do Natal, reforçando a figura do menino Jesus como centro da festa, em detrimento do Papai Noel que representa apenas o sentido comercial da comemoração.

Cristianismo evangélico: O Natal significa o nascimento de Jesus, que marca o início de uma nova era, que traz esperança, libertação, perdão, paz e uma nova vida com Deus. É considerada uma das mais importantes celebrações; em todos os Templos são realizados cultos de adoração e agradecimento a Deus por ter enviado Seu Filho Jesus Cristo ao mundo, como forma de resgatar, salvar e restaurar a comunhão entre Deus e o homem. Jesus é considerado como a terceira pessoa da Trindade e não apenas um grande Profeta. Além de se comemorar o nascimento virginal de Jesus que marcou o início de uma nova era, é lembrado também, que todo ser humano pode, simbolicamente, oferecer seu coração, como uma manjedoura, para que nele, Jesus  possa nascer espiritualmente, proporcionando uma nova vida de paz e alegria, dando a certeza de salvação. Os evangélicos costumam se reunir em família e com amigos. Também trocam presentes, porém, tudo é feito com modéstia e sem extravagâncias.

SIGNIFICADO DOS SÍMBOLOS DE NATAL:

A árvore: representa a vida e significa alegria, paz e esperança.

As bolas: por seu formato e pelo colorido, simbolizam o fruto da árvore da vida.

Anjos: são os mensageiros de Deus que anunciam a paz. Convidam as pessoas a exercerem a função de mensageiros da alegria.

Arranjos secos: o que está seco é porque não tem vida. Portanto sempre que estivermos longe de Jesus, estaremos secos, pois só Ele é a Vida e comunica Vida. Jesus veio a té nós para que tudo se desenvolva e tudo tenha vida.

Balas e bombons: simbolizam a doçura das palavras divinas, a doçura de participar de sua Igreja, vivendo sua Palavra: Jesus Cristo.

Cartões de Natal:  Costume que faz parte do aspecto social e cortês, através do qual se registram as mais variadas mensagens e votos de Boas Festas aos amigos, mesmo que muito distantes.

Estrela de natal: guiou os três reis magos até o local de nascimento do menino Jesus.

Sinos de Natal: representa o anúncio para a humanidade do nascimento de Jesus Cristo, o Salvador.

Guirlanda: usada como enfeite nas portas de entrada das residências na época do Natal.

Ceia natalina: A ceia é um ato cheio de significados. Na História da Humanidade a mesa tem sentido profundo de ser um lugar de celebrações, de confraternização.

O presente: alguns autores dizem que os presentes simbolizam o presente que Deus nos deu com o nascimento de Jesus.
Presépio: representa uma importante decoração natalina, pois mostra o cenário do nascimento de Jesus, ou seja, uma manjedoura, os animais, os reis Magos e os pais do menino.
Velas: as velas simbolizam a luz das estrelas que guiaram os Reis Magos.

Papai Noel:  inspirado num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C.; homem de bom coração que costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas, próximo às chaminés das casas. 

Nome do Papai Noel em outros países:

Alemanha (Weihnachtsmann, O “Homem do Natal”),

Argentina, Espanha, Colômbia, Paraguai e Uruguai (Papá Noel),

Chile (Viejito Pascuero),

Dinamarca (Julemanden),

França (Père Noël),

Itália (Babbo Natale),

México (Santa Claus),

Holanda (Kerstman, “Homem do Natal),

Portugal (Pai Natal),

Inglaterra (Father Christmas),

Suécia (Jultomte),

Estados Unidos (Santa Claus),

Rússia (Ded Moroz).

CANÇÕES DE NATAL:

Noite Feliz

Noite feliz, Noite feliz,
O Senhor, Deus de amor,
pobrezinho nasceu em Belém.
Eis na lapa Jesus, nosso bem.
Dorme em paz, oh Jesus.
Dorme em paz, oh Jesus.

Noite de paz! Noite de amor!
Tudo dorme em redor,
entre os astros que espargem a luz,
indicando o Menino Jesus.
Brilha a estrela da paz.

Noite de paz! Noite de amor!
Nas campinas ao pastor,
Lindos anjos mandados por Deus,
Anunciam a nova dos céus;
Nasce o bom Salvador!

Noite de paz! Noite de amor!
Oh, que belo resplendor
Ilumina a o Menino Jesus!
No presépio, do mundo eis a luz,
Sol de eterno fulgor!

Anoiteceu

Anoiteceu, o sino gemeu, e a gente ficou, feliz a rezar. 
Papai Noel, vê se você tem, a felicidade, prá você me dar. 
Eu pensei que todo mundo fosse filho de Papai Noel. 
Bem assim felicidade, eu pensei que fosse uma brincadeira de papel. 
Já faz tempo que pedi, mas o meu Papai Noel não vem. 
Com certeza já morreu ou então felicidade é brinquedo que não tem.

Bom Natal 

Quero ver você não chorar, 
não olhar pra traz, 
nem se arrepender do que faz. 

Quero ver o amor vencer,
mas se a dor nascer você resistir e sorrir. 

Se você pode ser assim, 
tão enorme assim, eu vou crer. 
Que o Natal existe, que ninguém é triste, 
que no mundo há sempre amor…
Bom Natal, um feliz Natal, 
Muito amor e paz, pra você. 
Pra você…

Jingle Bells

Hoje a noite é bela Juntos eu e ela
Vamos a capela Felizes a rezar.

Ao soar o sino Sino pequenino
Vem o Deus-Menino Nos abençoar.

Bate o sino pequenino sino de Belém
Já nasceu o Deus menino para o nosso bem!

É Natal, é Natal sininhos de luz!
Replicai, badalai que nasceu Jesus!
Paz na Terra pede o sino alegre a cantar!

Abençoe, Deus Menino sempre o nosso lar!

Alegria de Natal

Pinheirinhos que alegria, trá lá lá
Sinos tocam noite e dia, trá lá lá
É Natal que vem chegando, trá lá lá
Vamos pois cantarolando, trá lá lá
Mais um ano vai se embora, trá lá lá
Outro chega sem demora, trá lá lá
Tudo é festa é brincadeira, trá lá lá
Viva a gente prazenteira, trá lá lá…………

Anoiteceu

Anoiteceu, o sino gemeu, a gente ficou, feliz a rezar.

Papai Noel, vê se você tem, a felicidade prá você me dar.

Eu pensei que todo mundo fosse filho de Papai Noel.

Bem assim felicidade, eu pensei que fosse uma brincadeira de papel.

Já faz tempo que pedi, mas o meu Papai Noel não vem.

Com certeza já morreu ou então felicidade é brinquedo que não tem.

Outras canções natalinas:

Músicas Portuguesas de Natal

Canções Extrangeiras de Natal

Mensagem de Natal:

Um presente diferente (Lethicia Thompson)

Fontes: “Veja São Paulo (9 de dezembro de 2009) – Informe Publicitário: Natal” e Internet.

Sonia Valerio da Costa
22/12/2009