Arquivo

Archive for abril \25\UTC 2010

Cultivando relacionamentos saudáveis.

(Google Imagens)

“Uma pessoa tem que ter amigos, estar com pessoas próximas e entes queridos. Nós geralmente sorrimos quando estamos acompanhados”.

Acabei de ler esta frase num periódico que fala sobre comportamento social. Parece-me que este assunto tem incomodado muita gente, pois como estamos sendo absorvidos pelos relacionamentos virtuais, os laços de compromissos afetivos estão se tornando cada vez mais frouxos.

Como seres humanos, não podemos utilizar a Internet como uma “droga” semelhante aos psicotrópicos, ou como um meio de fuga da nossa realidade. Quando perdemos o controle sobre o tempo que passamos grudados ao computador, nossa personalidade poderá ser distorcida, onde o mundo real não nos trará mais prazer algum. Essa fuga do real para o virtual acabará nos levando ao êxtase de uma alegria ilusória.

Sabemos que no mundo virtual vale tudo, ou quase tudo e que nem é necessário colocarmos máscaras para escondermos nossa personalidade e  estado de ânimo. Não temos o trabalho de disfarçar alguma atitude nossa em particular, a qual sabemos de antemão que poderá entristecer alguém.

As pressões sociais e as decepções acumuladas durante nossa vida, não são e nem podem ser utilizadas como justificativa para tentarmos compensar no campo virtual, a felicidade não encontrada no mundo real.

Encontramos internautas que acabam chegando ao extremo de enganarem seus amigos virtuais, através da mediocridade de uma máscara, e se divertem às custas de suas vítimas. Chegam a pensar que estão enganando e manipulando suas vítimas menos desavisadas, porém, estão enganando-se a si mesmos. O mundo virtual vai se mesclando sorrateiramente com o mundo real de tais pessoas, como num processo de osmose, e quando “acordam”, percebem que entraram num beco sem saída.

Para se conseguir voltar à realidade de forma sadia, e sem sofrimentos emocionais, devido aos períodos de abstinência de viver uma vida real e sem fantasias, somente buscando ajuda de profissionais da área comportamental.

O atual comportamento social está nos levando para a solidão, sendo que o ser humano não foi criado para isso. Mas nós podemos reverter essa situação, criando mecanismos que possam controlar nosso acesso ao mundo virtual. Nós temos um controle remoto em nossas mãos e não pode ser jogado fora; ele pode ser nossa tábua de salvação.

“Tudo me é permitido, mas nem tudo convém. Tudo me é permitido, mas nem tudo edifica. Tudo me é permitido, mas eu não deixarei que nada me domine.” (I Coríntios 6:12 e 10:23 – da Bíblia NVI)

Sonia Valerio da Costa
25/04/2010

 

Anúncios

1º Aniversário deste Blog: 21/04/2010

www.artigosecronicas.com.br

  

Assista em PPT alguns lançes do primeiro ano deste Blog:

1º Aniversário do Blog Artigos & Crônicas

 

Eu agradeço publicamente o apoio direta ou indiretamente de todos que contribuiram para o desenvolvimento e sucesso deste Blog. Que através das mensagens  registradas aqui neste Blog “Artigos & Crônicas” muitas vidas possam ser abençoadas!

Anísio – Scraps Pereira – http://www.scrapspereira.com.br/

Antonio – LedStyle – http://www.tuxresources.org/blog/

Claudio – Padoka Panneteria – http://www.padokapanneteria.com/

Eliseu – Belverede – http://belverede.blogspot.com/

Francikley – Vosbi – http://www.vosbi.blogspot.com/

Jacson – Família Sonho de Deus – http://minhafamiliasonhodedeus.blogspot.com/

João Cruzué – Olhar Cristão – http://olharcristao.blogspot.com/

Pr. Sílvio – Igreja Batista Filadélfia http://www.ibfaguarasa.com.br/

Valdeir – Ponderantes – http://www.ponderantes.com.br/

    

Sonia Valerio da Costa
23/04/2010     

Considerações aos “desigrejados”

(Odêmio Antonio Ferrari)
Google Imagens: Pequenas Igrejas Grandes Negócios 

Apesar de ser um assunto bastante polêmico, deve ser encarado de frente, discutido e analisado para que possamos obter um melhor esclarecimento quanto ao pensamento desses tais “desigrejados” e dar-lhes orientações básicas, que talvez não tenham recebido em suas igrejas de origem.

Bem, em princípio, os desigrejados estão de certa forma corretos, pois no céu, não haverá espaços apropriados para esta ou aquela Igreja Cristã. Quanto à atitude de Jesus ter institucionalizado uma Igreja sem mácula, nem ruga….. sem vínculos ou ligações a prédios, e administrações eclesiásticas, entendo que:

– A Igreja Instituída na época dos apóstolos estava tão distante da verdade que, não teria condições de apenas otimizá-la, ou mesmo reformá-la; a abominação já havia chegado no altar, e seus integrantes, por sua vez, não tinham mais moral para ensinar o povo (na época, a maioria era analfabeto).

– Jesus também quis mostrar na prática, que o verdadeiro templo de adoração a Deus, não estava restrito a quatro paredes, mas que nós mesmos, como sendo a menor célula do corpo de Cristo, seríamos o templo de adoração a Deus.

– Esclarecendo melhor o ítem anterior, Deus nos considera TEMPLOS de adoração a ELE (Deus Criador) e que nós mesmos, não somos nem pequenos, nem grandes deuses.

– Jesus também demonstrou na prática que o que ligarmos ou desligarmos aqui na terra será confirmado nos céus, mas desde que nossas atitudes sejam aprovadas pelo Deus Todo Poderoso. Hoje temos presenciado lideres religiosos, “ligando”, “desligando” e “determinando” ordens, sem nenhuma aprovação ou autorização da parte de Deus. Assim como acontecia nos tempos de Jesus, hoje temos presenciado homens se dando autoridade a si mesmos e com isso contribuindo para grandes templos onde existem apenas práticas religiosas, mas não há lugar mais para a verdadeira adoração a Deus.

– Nestes 2000 anos presenciamos através da História, tanto secular, quanto  eclesiástica, que muitas heresias começaram a fazer parte do pensamento cristão, e também muitas doutrinas de homens, e até mesmo de demônios foram introduzidas nas crenças religiosas, e que hoje afirmam como sendo verdade!

– A Igreja institucionalizada na época de Jesus, tinha atitudes tão contraditórias, que até Pilatos não sabia o que era a “verdade” (João 18:38). Quando Pilatos disse aos judeus que não via crime algum em Jesus, estava naquele momento, agindo como disse Jesus: “Se estes se calarem, as próprias pedras clamarão” (Lucas 19:40)

– Muitos desigrejados assumiram publicamente essa posição, porque devem ter presenciado nas igrejas em que estavam membrados, a apostasia e abominação no meio da liderança de tal denominação.

Com estas considerações, meu conselho a tais seguidores dessa prática de “desigrejados”, é que nunca encontrarão aqui na terra uma igreja perfeita; mas é importante encontrar um lugar, onde possam sentir a presença de Deus, onde possam comungar com seus irmãos fraternais, onde possam manter a Unidade do corpo de Cristo e por fim, contribuirem para fazer a diferença de autênticos cristãos aqui na terra.

Palavras de Jesus: “Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!” (Mateus 18:7)

Comentário elaborado por Sonia Valerio da Costa, em 15/04/2010, no artigo “Os Desigrejados”, do Blog: http://tempora-mores.blogspot.com/

Pintura Em Estrada.

Assista a seguir, a sequência de fotos em power-point; são mesmo fantásticas. Vale a pena conferir.

Peinture_sur_route


Sonia Valerio da Costa
11/04/2010

Conselho de um Velho Apaixonado

Scrapsonline.com.br

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer
seu coração parar de funcionar por alguns segundos,
preste atenção: pode ser a pessoa
mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento,
houver o mesmo brilho intenso entre eles,
fique alerta: pode ser a pessoa que você está
esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo
for apaixonante, e os olhos se encherem
d’água neste momento, perceba:
existe algo mágico entre vocês.

Se o 1º e o último pensamento do seu dia
for essa pessoa, se a vontade de ficar
juntos chegar a apertar o coração, agradeça:
Algo do céu te mandou
um presente divino : O AMOR.

Se um dia tiverem que pedir perdão um
ao outro por algum motivo e, em troca,
receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos
e os gestos valerem mais que mil palavras,
entregue-se: vocês foram feitos um paro outro.

Se por algum motivo você estiver triste,
se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa
sofrer o seu sofrimento, chorar as suas
lágrimas e enxugá-las com ternura, que
coisa maravilhosa: você poderá contar
com ela em qualquer momento de sua vida.

Se você conseguir, em pensamento, sentir
o cheiro da pessoa como
se ela estivesse ali do seu lado…

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda,
mesmo ela estando de pijamas velhos,
chinelos de dedo e cabelos emaranhados…

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo,
ansioso pelo encontro que está marcado para a noite…

Se você não consegue imaginar, de maneira
nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado…

Se você tiver a certeza que vai ver a outra
envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção
que vai continuar sendo louco por ela…

Se você preferir fechar os olhos, antes de ver
a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes
na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.

Às vezes encontram e, por não prestarem atenção
nesses sinais, deixam o amor passar,
sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.

É o livre-arbítrio. Por isso, preste atenção nos sinais.
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem
cego para a melhor coisa da vida: o AMOR !!!

Autor: Carlos Drummond de Andrade

Sonia Valerio da Costa
08/04/2010

Páscoa: o que é, e por que comemorar?

 

(scrap de “Anime Orkut”)

Páscoa é o nome da primeira das três grandes festas anuais celebradas pelos judeus. Foi instituída para comemorar o acontecimento culminante da redenção ou libertação do povo de Israel, que até então estava escravizado pelo Egito. (Êxodo 12:24-27)

Hoje a Páscoa é uma das festas mais importantes dos povos cristãos, porque celebra a ressurreição de Jesus Cristo, três dias após sua morte na cruz. Ele veio trazer vida e quer que todos nós a tenhamos em abundância, não apenas enquanto vivermos nesta vida, mas também na eternidade. Por isso a Páscoa é a festa da vida e da alegria. (I Coríntios 5:7 e João 10:10b)

Presentear as pessoas com ovos de Páscoa é uma tradição anterior ao Cristianismo e ligada ao culto da fertilidade. Na China e nos países da Europa Central, comemoravam a entrada da Primavera e a exuberância da vida; para tanto trocavam presentes entre si e efereciam ovos pintados, de madeira ou de cera. Hoje, o costume é pintar ovos cozidos de galinha. Com o passar do tempo apareceram os ovos e coelhos de chocolate, que fazem a alegria, tanto das crianças, quanto dos adultos.

Sonia Valerio da Costa
03/04/2010

 

(scrap de “Recados da Web”)