Início > Reflexões > O Desequilíbrio entre o Bem e o Mal!

O Desequilíbrio entre o Bem e o Mal!


Atualmente, temos ouvido falar com muita frequência, sobre a necessidade de mantermos um equilíbrio interno, entre o bem e o mal; todos nós, seres humanos, encontramos dificuldades de controlar nossos impulsos. 

Esse equilíbrio proposto a nós seres humanos, no sentido de termos um auto-domínio, quanto a nossas atitudes, pode ser muito bem compreendido através das sábias palavras de um velho indígena, quando aconselhava um índio de sua tribo. Essa mensagem sobre os dois cachorros que existem dentro de nós tem sido bastante veiculada através da internet.

Essa mensagem nos transmite uma lição de moral, para que possamos sempre exercer boas ações. Indiretamente ela nos direciona a que tenhamos comportamentos adequados, para que o Bem possa estar sempre acima do mal; o equilíbrio entre essas duas forças trará consequências desastrosas. Sendo que o desequilíbrio entre os dois cachorros, nos trará a temperança, a paciência e a ponderação para tomarmos atitudes acertadas.

Assim, refletindo melhor sobre esse assunto, veio ao meu coração, que no eterno passado, quando existia apenas o Bem, o próprio Bem teve a ousadia e coragem de criar o Mal, para que, através do Mal, o Bem fosse fortalecido e cada vez mais reconhecido de que verdadeiramente, o Bem existe.

“Onde o pecado abundou, superabundou a graça”. (Romanos 5:20b). Se mantivermos um desequilíbrio interno em favor do Bem, seremos pessoas de carater sincero, onde a verdade estará sempre em nossos lábios, pensamentos e atitudes. Mas, se o nosso desequilíbrio interno for em favor do mal, nossas atitudes serão condenáveis não somente pela sociedade, mas também por Deus, que é o Bem maior e tem o controle de todas as coisas em Suas mãos.

Estamos proporcionando um desequilíbrio interno a favor de quem? Do Bem, que é a verdade, que é o próprio Deus, ou do Mal, que é a mentira e que o pai da mentira é o próprio Satanás? Pelas atitudes (frutos) é que conhecemos quem são as pessoas (árvore).

“Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente? De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele? Portanto não permitam que o pecado continue dominando os seus corpos mortais, fazendo que vocês obedeçam aos seus desejos. Não ofereçam os membros do corpo de vocês ao pecado, como instrumentos de injustiça; antes ofereçam-se a Deus, como quem voltou da morte para a vida; e ofereçam os membros do corpo de vocês a Ele, como instrumentos de justiça. Que fruto então colheram das coisas das quais agora vocês se envergonham? O fim delas é a morte! Mas agora que vocês foram libertados do pecado e se tornaram servos de Deus, o fruto que colhem leva à santidade e o seu fim é a vida eterna. Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Bíblia Sagrada, Carta aos Romanos 6: 1-2, 12-13, 21-23)

Não existe equilíbrio entre o Bem e o Mal, pois o Bem (Deus) SEMPRE prevalecerá!

Sonia Valerio da Costa
22/03/2010
Anúncios
  1. J Aparecido
    24/03/2010 às 13:40

    A existência do mal é a oportunidade que temos de nos aproximarmos do bem (DEus)

    • Sonia Costa
      24/03/2010 às 17:19

      Boa tarde, Aparecido!
      agradeço seu comentário e participação.
      Realmente o mal existe para provar que o Bem é indispensável e que a mentira pode prevalecer um certo tempo, mas a verdade sempre vem à tona.
      Abraços.
      Sonia Costa

  2. 22/03/2010 às 23:52

    Olá Sonia. Deus criou todas as coisas, mais por que criaste o mal?. Isso foi uma dúvida que sempre esteve em minha cabeça, até quando conheci a palavra de Deus em minha igreja Quadrangular aonde descobri coisas incríveis atráves da leitura da bíblia, Deus deixou para nós o livre arbitrio para escolhermos; até nisso Deus sabia que sempre o bem será muito melhor, pena que muitos ainda estão com a cabeça e os pensamentos equivocados.

    Um grande abraço.

    • Sonia Costa
      23/03/2010 às 0:07

      Olá, Alexandre, A Paz!
      Agradeço muito sua vinda ao meu Blog para ler e comentar este texto.
      Realmente Deus nos dá a liberdade de cortarmos nossa comunhão com Ele e passarmos a ser auto-suficientes.
      Todos, sem exceção, que tomaram esse tipo de atitude, se arrependeram amargamente. Uns tiveram a oportunidade de reatar um contato íntimo com Deus; outros, porém, infelizmente não tiveram a mesma sorte e acabaram se perdendo na própria maldade em que mergulharam.
      Mas a misericórdia de Deus é muito grande e tem todo poder para resgatar aqueles que perderam a direção de suas próprias vidas, e colocá-los de volta no caminho do Bem.
      Uma ótima semana para você.
      Sonia Costa.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: