Arquivo

Archive for janeiro \30\UTC 2010

Eu Sou

EU SOU

Sou a expressão feminina da mulher.

Sou a inocência infantil da criança.

Sou a criança que mesmo já sendo mulher,

ainda carrega a faceirice de quando criança.

Sou o amor que inspira o romance.

Sou a paixão que compõe a poesia.

Sou a expressão poética do romance,

numa trama que expressa minha nostalgia. 

Ainda sou meu passado infantil,

que conserva a inocência do eu criança,

acrescenta a experiência do eu mulher,

Mas sempre mostra o lado criança.

Hoje inspiro palavras em minha mente,

para oxigenar  pensamentos do meu passado,

alimentar criações textuais para meu presente,

e acumular sabedoria para um futuro de fato. 

Ontem fui criança; hoje mulher.

Amanhã expressarei a sabedoria como mulher,

somada com a sabedoria de quando criança. 

Sonia Valerio da Costa
Minha poesia criada em 30/01/2010

 

Anúncios

Carinho com equilíbrio, é fundamental!

Todos nós possuímos virtudes que trazem benefícios para aqueles com quem convivemos. Muitas vezes utilizamos com tanto prazer essas virtudes, que podemos chamá-las de “amor ao próximo”, e até esquecemos de nós mesmos. Desenvolvemos um grande coração e disponibilizamos espaço, apenas para fluir o amor fraternal e solidário, no sentido de ajudar a todos aqueles que nos procuram.

Essa atitude altruística é benéfica até um certo ponto. Se faz necessário um contraponto para que possa haver um equilíbrio interno emocional, na vida daquele que está exercendo esse tipo de virtude. Portanto, na mesma medida que oferecemos amor fraternal, precisamos permitir que nosso coração também esteja receptivo para receber algum tipo de amor e carinho. Não é necessário ser correspondido com o mesmo tipo de amor que estamos oferecendo e nem pela mesma pessoa que está recebendo. O importante é recebermos alguma retribuição que possa preencher o vácuo deixado pelo amor disponibilizado.

Somente assim, conseguiremos manter um equilíbrio dentro de nós. Nosso coração deverá estar sempre cheio de amor para dar, e aberto para receber. Essa dinâmica de dar e receber é que manterá nossos canais de comunicação social, limpos e lubrificados. Agindo assim, não entraremos em depressão. Por mais que nos desconsiderem por alguma atitude que incomoda os que estão mais próximos de nós, não podemos permitir que opiniões ofensivas de pessoas insensatas venham bloquear nossos sentimentos e emoções!!!…

Sempre encontraremos alguém disposto a nos amar e nos oferecer carinho, pois nos enxergará como uma pessoa especial. Cuidando do nosso jardim, estaremos atraindo borboletas e pássaros que envolverão nossa vida com um sentimento profundo de tranqüilidade, proporcionando paz e equilíbrio interior.

Não podemos deixar que as decepções passadas, bloqueiem a possibilidade de novas amizades, através das quais poderemos ser recompensados pelas nossas atitudes de solidariedade.

Precisamos viver o hoje, pois o passado não volta!

Se voltar já não será da mesma maneira!

Quanto ao futuro, ele não nos pertence!

Sejamos felizes hoje, pois é o que Deus deseja para nossas vidas!

“Não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal.” (Palavras de Jesus, registradas em Mateus 6:34)

Sonia Valerio da Costa
20/01/2010

 

Você poderá gostar também de:
As Palavras e o Amor
Amizade é para sempre

 

Terremoto no Haiti: comentários

(Google Imagens)

Apenas meus comentários sobre a tragédia:

Em 15/01/2010
postado no link: http://iprodigo.com/traducoes/deus-odeia-o-haiti.html/comment-page-1#comment-360

Assim como o sol nasce tanto para os justos, quanto para os injustos, da mesma forma as acomodações geológicas continuarão provocando terremotos, maremotos e tsunamis causando desastres de diversas proporções envolvendo todos os que estiverem presentes no local.
Penso que a questão, está no egoismo do ser humano que se encontra em posição privilegiada e até recebe apoio financeiro para atingir níveis de conhecimento suficiente para se prevenirem, principalmente de terremotos e não compartilham essa tecnologia com os menos favorecidos.
A ajuda humanitária deve chegar antes que a tragédia aconteça, para que não precise ser acionada às pressas depois do acontecido.
Falta no mundo de hoje mais amor fraternal e solidário, pois o ser humano está tão cheio de egoismo, que não tendo em quem jogar a culpa de suas dissimulações, está jogando a culpa em Deus, até mesmo por medo de represálias.
Deus nos deu inteligência para sobrevivermos diante das adversidades da natureza… então porque os países menos favorecidos não estão conseguindo acesso às informações que poderiam salvá-los??
Deixo essa pergunta para reflexão…
Meu desejo é que os corações se abram para receber o amor de Deus, pois é um amor puro, não egoista e nem tendencioso. Seu amor é imensurável, incalculável, incompreensível e inexplicavel, a ponto de enviar seu próprio Filho para nos trazer a mensagem do evangelho de salvação.
Que a Paz de Jesus Cristo, o Amor de nosso Deus Pai, e as consolações do Espírito Santo, possa encontrar lugar para reinar nos nossos corações.
Amém.
Sonia.

Em 16/01/2010
postado no link: http://iprodigo.com/traducoes/deus-odeia-o-haiti.html/comment-page-1#comment-360

No meu ver, agora não seria o momento apropriado para procurar culpados ou inocentes; agora é um momento de solidariedade para com os desafortunados haitianos, lançando sobre eles o bálsamo do conforto e sendo misericordiosos como foi Jesus Cristo.
Para nós que estamos de longe e que podemos ajudar apenas com nossas orações e doações, é um momento apropriado para olharmos para dentro de nós e nos conscientizarmos que não somos nada.
Estamos num momento apropriado para repensarmos nossas atitudes para com os nossos semelhantes.
Quantas vezes temos dificuldades em nos humilhar, em pedirmos perdão a quem nos ofendeu…
quantas vezes postergamos em dar uma palavra de elogio a quem está fazendo sucesso…
quantas vezes negamos o pão aos famintos…
quantas vezes casais que “ainda” estão conseguindo dormir na mesma cama, deitam-se e dormem sem trocar uma palavra, simplesmente porque brigaram por nada e um não quer se rebaixar para o outro…
Nestas poucas frases que representam muito bem o que é a índole do ser humano, é o momento de repensarmos e buscarmos ter a mente de Jesus Cristo que foi misericordioso, que foi esbofeteado, cuspido, ultrajado, desprezado, cruxificado, açoitado… passou sede, fome, canseira, angustia, discriminação, indiferença… e no entanto não abriu a sua boca para exconjurar… Simplesmente fez uma pequena oração: “Pai, perdoa-lhes, porque eles não sabem o que fazem”!!!
Quantas vezes emitimos opiniões precipitadas apenas com a visão superficial que estamos tendo de determinada situação e já queremos emitir julgamentos… isto porque é muito trabalhoso nos aprofundar na questão para encontrar a verdade, e depois dizemos que a justiça é cega…
Nós seres humanos somos assim, eu também sou e preciso mudar….
Ouçamos, todos nós, as palavras de Jesus, quando disse aos seus discípulos: “Aquele que não tiver pecado, seja o primeiro a atirar pedras” ….

De 16 a 19/01/2010
postado no link: http://www.dihitt.com.br/noticia/deus-odeia-o-haiti/comentarios

“Deus é amor.. e o que penso é que Ele tem dado conhecimento ao homem para saber cientificamente como se prevenir dessas tragédias. O problema é que quem detém esse conhecimento, por alguma razão (não vamos aqui entrar nessa polêmica), não está se preocupando em disseminar informações necessárias para se evitar tamanha tragédia como essa, nas áreas terrestres, onde sabemos que são sempre vulneráveis a acomodações das placas tectônicas.”

“Parabéns pela sua prudência em ler o texto todo, antes de fazer qualquer comentário a favor ou contra (que foi apenas indicado por mim e NÃO é de minha autoria). No meu ver, agora não seria o momento apropriado para procurar culpados ou inocentes; agora é um momento de solidariedade para com os desafortunados haitianos, lançando sobre eles o bálsamo do conforto e sendo misericordiosos como foi Jesus Cristo.”

“Concordo que o texto está um tanto complexo, pois foi traduzido do inglês. Mas aconteceu justamente como vc comentou; os comentários foram jogando luz sobre o texto e esclarecendo pontos que estavam um tanto obscuros. Simplesmente foi uma forma diferente de oferecer solidariedade aos sobreviventes do Haiti; o texto só ficou obscuro e comprometido para os leitores que fizeram uma leitura dinâmica e já emitiram opiniões precipitadas a respeito do que o autor estava querendo transmitir.”

“No meu ver, agora não seria o momento apropriado para procurar culpados ou inocentes; agora é um momento de solidariedade para com os desafortunados haitianos, lançando sobre eles o bálsamo do conforto e sendo misericordiosos como foi Jesus Cristo.”

“Percebi que para vc, ainda não está muito clara a questão da existência de um Deus, que com todo o respeito que tenho para com Ele, se analisarmos suas atitudes precipitadamente, poderíamos pensar até mesmo, que Ele possui atitudes de um “bipolar”. Deus é Soberano e único, mas que da mesma forma que nós somos formados de corpo, alma e espírito, Deus também é trino: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo.
Eles são intrínsecos formando apenas Um Deus. As atitudes divinas que vemos registradas na Bíblia e que tem gerado tanta polêmica entre os seres humanos, principalmente quando acontecem essas tragédias sem precedentes, como no Haiti, deve ser compreendida da seguinte forma:
– Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. (Leia na Bíblia em João cap. 4 e versículo 24). Antes da vinda de Jesus, Deus (Espírito) se revelava através dos profetas, como Isaías, Jeremias, etc.; aquele tempo Deus agia apenas através de leis, que de um modo geral podemos resumir em “matou, morreu”; cada ser humano pagava seu êrro com sua própria vida.
– Jesus, que quando dizemos que é Filho de Deus, não estamos falando no sentido de ser menor do que Deus Espírito, mas porque Jesus foi a segunda manifestação de Deus: “No princípio era o Verbo, e o Verbo (Palavra) estava com Deus, e o Verbo era Deus. E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” (leia em João capítulo 1 e versículos 1 e 14). Jesus se encarnou para nos mostrar o lado misericordioso de Deus: “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.” (Leia em I Timóteo, capítulo 2 e versículo 5). Veja essas palavras que Jesus falou: “E, se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não o julgo: porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo.” (Leia em João capítulo 12 e versículo 47)
Concluindo, entendemos que Deus Pai é a manifestação da justiça do Deus Criador, e Deus Filho é a manifestação do amor e misericórdia do mesmo Deus Criador.
– Deus Espírito Santo pode ser entendido como o elo invisível de ligação e comunhão entre Deus e o homem. Seria como entrarmos na “frequência” do Deus Criador. Entenda como se as ondas de uma Emissora qualquer que vc queira acessar esteja passando por vc, onde quer que vc esteja; vc só irá ouví-la, se conectar-se através de um rádio, na frequência determinada pela tal Emissora. O Espírito de Deus sempre esteve conosco, seres humanos, só não tem contato com Ele quem não entra na sua “frequência” (leia: Gênesis capítulo 1 e versículo 2; Lucas capítulo 11 e versículo 13; I João capítulo 4 e versículos 2 e 3; Apocalipse capítulo 22 e versículo 17)
Para terminar, quero ainda dizer que, conversar é muito bom, trocar idéias, opiniões e conhecimento também, mas precisamos entender que somente Deus é o dono da verdade. Por isso, para escolhermos um caminho a seguir em direção a Deus, o melhor é nos aprofundarmos na palavra que Ele mesmo nos deixou; esta é a melhor forma de entrarmos na “frequencia” e na sintonia da Emissora celestial, através do Deus Espírito Santo, pois com certeza ouviremos sua voz a nos dizer: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, se não por mim.” (João capítulo 14 e versículo 6)”

“Também concordo com sua forma de pensar de que Deus nos deu recursos para a nossa sobrevivência, porém está restrito nas mãos de alguns poderosos que não querem compartilhar conhecimento.
Na Idade Média os livros eram acorrentados; hoje são as informações que são boicotadas. Lamentável!”

“Deus nos ama e não se vinga e nem age injustamente com a humanidade.
Mas o homem tem agredido a natureza e agora estamos colhendo frutos das irresponsabilidades cometidas.”

“Deus nos livra nas calamidades, adversidades e tragédias, e não das mesmas. Aí é que se manifesta o poder de Deus.”

“Deus nos deu recursos para a nossa sobrevivência, porém está restrito nas mãos de alguns poderosos que não querem compartilhar conhecimento. Na Idade Média os livros eram acorrentados; hoje são as informações que são boicotadas.”

“Deus não tem culpa nas nossas escolhas. É interessante como o homem facilmente joga a culpa em Deus, quando algo dá errado. Quando dá certo, ele quer a glória para si e ainda se acha auto-suficiente.”

“Importante este seu novo comentário, pois são essas oportunidades que temos de nos conscientizarmos a nós mesmos e nos abrirmos mais para o diálogo. Como fui eu que indiquei esta notícia, acabei sendo bastante alvejada de comentários, mas sinceramente senti prazer em responder um por um, pois essa interatividade não programada, me acrescentou muita informação, o que compensou todo o tempo que gastei, e estou gastando para ler e comentar cada pensamento e cada palavra expressada a respeito deste texto.”

“Agradeço seu comentário, mas se acalme… o ser humano é assim, pelo seu próprio egoismo, quer se justificar apontando o êrro dos outros.. O que será que esse mesmo americano que escreveu esse texto sobre o Haiti, escreveu a respeito de seu próprio povo, quando as torres gêmeas foram derrubadas por aviões suicidas…..? Deus existe sim, mas Ele é amor, é misericórdia. Ele condena o pecado, mas não condena o pecador. Todo pecado destroi o proprio corpo do homem e por fim pode corromper a alma também.
Mas veja que linda mensagem Ele nos deixou: “Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito para que todo aquele que nEle crer, não pereça, mas tenha a vida eterna.”

“Gostei da sua forma de expor seu pensamento repudiando algumas idéias que o texto sugere, onde vemos que o ser humano é bastante rápido em querer fazer julgamentos. O que será que esse mesmo americano escreveu a respeito de seu próprio povo, quando as torres gêmeas foram derrubadas por aviões suicidas…..? Eles estão fazendo julgamentos precipitados sobre as tragédias que acontecem em outras nações e não estão analizando a decadência deles próprios. É de causar indignação!!!”

“Independente de qualquer culpa, êrro, castigo, punição, incredulidade, agora não é um momento apropriado para cutucar feridas abertas que estão sangrando no coração dos sobreviventes. Recebi esse texto por e-mail e resolvi indicá-lo aqui no diHITT, justamente porque sabia que suscitaria bastante polêmica. Creio que o autor do texto já deve ter tomado conhecimento e está lhe servindo de experiência. É um texto escrito por um americano e traduzido para o português, por um brasileiro.”

“Creio que o diHITT também tem nos ensinado que a união faz a força.
Aqui estamos aprendendo (pelo menos eu estou) a reivindicar, a denunciar abusos e ofensas. Fico tranquila em perceber que tenho muitos amigos aqui, e também estamos podendo contar com o apoio da administração do site que, com certeza, para se evitar maiores constrangimentos acabou retirando tanto o comentário ofensivo, quanto minha resposta.
Como disse a “K”… vamos semear a PAZ!!!”

“K”, fique tranquila, pois já está tudo em paz!
Aconteceu um deslize ofensivo de um colega nosso, mas já está tudo sob controle. O legal do diHITT é que aqui existe uma grande diversidade de pessoas, de todos os níveis sociais, intelectuais, profissionais, religiosos e comportamentais e temos liberdade de expor nosso pensamento, de debater ou discordar pacificamente de uma idéia, como num fórum de discussão.
Estamos tendo um nível muito grande de aprendizado e, principalmente aprendendo a “ouvir” os outros, mesmo que tenham uma opinião diferente da nossa. Concordo com vc, vamos semear a Paz, mas quando aparece uma arma, mesmo que pequena, precisamos deletá-la, para que não venhamos a ser contaminados com atitudes antiéticas.”

“Este texto proporcionou uma abertura saudável de discussão de idéias e opiniões, que creio que alguns ficaram incomodados no princípio, mas agora penso que nos entendemos e aprendemos bastante com a troca de experiência e de opiniões.”

“Com suas palavras penso que este assunto já foi esgotado. Em resumo, precisamos honrar e adorar Aquele que nos criou como seres racionais e que também nos deu fôlego de vida; devemos também respeitar a natureza que também foi criada por Ele para nos oferecer subsidios para nossa sobrevivência.  Se o homem respeitasse esse equilíbrio ecológico teria evitado muitas tragédias provocadas pela natureza.”

“Creio que amadurecemos com o aprendizado de discordar sem ofender e também aprendemos tanto a ganhar, quanto a perder num forum de discussões. Ninguém é dono da verdade. Quem é que conseguiu durante a vida toda manter uma mesma opinião a respeito de determinada coisa??!!!!
Não me refiro a possibilidade de passar de um oposto a outro, mas me refiro principalmente às acomodações sociais que nos levam a adaptar conscientemente nossas opiniões, pois com um diálogo sadio, o nosso oponente acaba nos levando a visualizar pontos que sozinhos, não conseguimos enxergar ou entender. Eu também quero encontrá-la numa nova discussão bem acalorada como foi esta. Creio que todos os que participaram estão de parabens pela coragem de expor suas palavras, comentários, e opiniões.”

“Quero agradecer todos meus amigos dihitianos, pois me proporcionaram compor um Post, somente de respostas aos seus comentários.”


Em 16/01/2010
postado no link: http://elianderson.wordpress.com/2008/09/22/aqui-nao-tem-terremoto/#comments

“Aqui no Brasil, as catástrofes tem outra “cara”… mesmo assim não podemos sequer comparar o paraíso em que vivemos, com uma situação tão desoladora como nos mostram as fotos… Oremos por esses sobreviventes, mutilados em todos os sentidos.” 

Em 06/02/2010
postado no link: http://noticias.terra.com.br/mundo/fotos/0,,OI114675-EI294,00-Veja+fotos+do+terremoto+de+graus+no+Haiti.html

“E se alguém ouvir as minhas palavras, e não crer, eu não o julgo: porque eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo.” (Jo.12:47)

Com este texto bíblico, quero alertar a todos que estão fazendo julgamentos desnecessários que, se nem Jesus Cristo, sendo Filho de Deus, disse que não veio para julgar o mundo, quem somos nós para fazê-lo??? Quem somos nós para dizer o que Deus está pensando ou deixando de pensar???

“Não julgueis para que não sejais julgados” (Palavras de Jesus em Mt. 7:1)

Usemos de misericórdia não somente em atitudes mas também em palavras. Agora é o momento de sermos canal de Deus para levarmos bálsamo, amor e solidariedade àquele povo sofrido; é momento de “lavarmos seus pés”, pois assim eles compreenderão o que é ser verdadeiramente um cristão que se diz ser “filho de Deus”. 

Sonia Valerio da Costa
16/01/2010 (Atualizado em 06/02/2010)

Apenas Uma Palavra!

(Google Imagens)

Não importa de quantos termos ela seja composta, o que importa é que seja uma palavra que contenha uma mensagem, para gerar vida onde a morte já se instalou.

Uma palavra de estímulo para dar novo ânimo aos desfalecidos.

Uma palavra de energia para levantar quem já perdeu suas forças.

Uma palavra para fortalecer quem já perdeu a coragem.

Uma palavra de confiança para quem já perdeu a fé.

Uma palavra de silêncio para acalmar uma vida conturbada.

Uma palavra amiga para afugentar a solidão.

Uma palavra de conhecimento para banir a ignorância.

Uma palavra de sabedoria para evitar tragédias.

Uma palavra de cura para restaurar os movimentos de quem se encontra na inércia.

Saiba que alguém está esperando de você, “apenas uma palavra”!

Uma palavra muda a história.

Uma palavra cessa guerras.

Uma palavra transforma o caos.

Uma palavra muda situações conflitantes.

Uma palavra muda comportamentos prejudiciais.

Uma palavra muda governos corruptos e autoritários.

Uma palavra alimenta os famintos.

Uma palavra interrompe a violência.

Uma palavra gera a paz.

Uma palavra abre cadeias.

Uma palavra abre horizontes.

Uma palavra reconstrói sonhos.

Uma palavra cria oásis no deserto.

Apenas uma palavra!

Uma palavra detém a força do inimigo.

Uma palavra abre as janelas dos céus.

Uma palavra ressuscita os mortos.

Uma palavra traz à existência o que não existe.

Apenas uma palavra!

Hoje vivemos uma vida tão estressante que não nos preocupamos mais em olhar de forma especial para aqueles que convivem conosco. Esquecemos daqueles que estão caminhando ao nosso lado. Esquecemos dos nossos verdadeiros amigos que permanecem ao nosso lado, independente se estamos vivendo bons ou maus momentos. Não temos tempo de retribuir nem mesmo com “apenas uma palavra”, tudo o que temos recebido.

Um dia chega o momento que nós é que estamos precisando de “apenas uma palavra”. Olhamos ao nosso redor e não vemos ninguém que possa preencher o vazio da nossa alma; é nesse momento que precisamos nos lembrar que alguém, nada menos do que Jesus, o Filho de Deus, que passou por dores físicas, emocionais e espirituais e, quando se encontrava no momento mais agonizante de sua vida, seu suor transformou-se em gotas de sangue. É por isso que somente Ele pode compreender, quando estamos verdadeiramente precisando de “apenas uma palavra”. Ele não nega e nunca negou amor e sacrifício para realizar o impossível em nossas vidas.

“Apenas uma palavra” é suficiente, quando é enviada diretamente dos céus sobre nossas vidas. Ela aquece nossos corações e fortalece nossa fé e nossa confiança em Deus; acalma e acerta nossos passos com os passos de Deus. Caminhando lado a lado com Ele, chegaremos ao lugar tão sonhado e tão desejado, onde o próprio Deus abrirá os olhos do nosso entendimento e nos fará saber que Ele esteve conosco em todo o tempo, mesmo nos momentos de adversidade.

Receba da parte de Deus “Apenas uma palavra” e hoje ela mudará sua vida.

Sonia Valerio da Costa
12/01/2010

Os Inimigos não mandam flores!

(Google Images)

Classificação dos Inimigos:

Inimigos gratuitos: os que não auferem nenhuma vantagem em manter uma inimizade.

Inimigos por tabela: os amigos dos nossos inimigos.

Inimigos assalariados: os matadores de aluguel. Estes geralmente não conhecem os inimigos e são pagos para conhecê-los.

Inimigos instantâneos: dois sujeitos que batem seus carros num cruzamento.

Inimigos crônicos: aqueles que nos acompanham a vida toda. Alguns são capazes de nos perseguir até após a morte. Só nos livraremos se formos para o céu e o sujeito para o inferno ou vive-e-versa.

Inimigos à milanesa: aqueles dos quais não desconfiamos e os julgamos como nossos amigos.

Inimigos alternativos: os que são amigos num dia, e inimigos no dia seguinte.

Inimigos escancarados: aqueles que fazem até promoção e chegam a confeccionar carteirinhas.

Inimigos científicos: aqueles que planejam e fazem cálculos para melhor nos prejudicar.

Inimigos carentes: são totalmente dependentes; não conseguem viver sem a manutenção da nossa inimizade.

Inimigos profundos: aqueles que nos odeiam do fundo de suas almas.

Inimigos inconscientes: os soldados. Matam pessoas que não conhecem, e sem saber o motivo.

Inimigos coletivos: os pertencentes a torcidas de clubes rivais, soldados de países em guerra, adeptos de religiões diferentes, capitalistas e comunistas, patrões e empregados, árabes e judeus.

Inimigos eternos: povo e Governo, Deus e o diabo, o Papa e a pílula, aposentado e o Instituto de Previdência, inquilino e senhorio, credor e devedor, genro e sogra.

Ditado: Não deixe para amanhã o inimigo que pode fazer hoje. Cultive as boas inimizades, pois amigo de hoje pode ser o inimigo de amanhã.

Esta reflexão foi escrita pelo Sr. Pedro Abarca, amigo das Bibliotecas e também do Bairro onde mora. É membro da União Brasileira de Escritores (UBE) e do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.
.
Postado neste Blog, por:
Sonia Valerio da Costa
09/01/2009

Passo, compasso, repasso…

(Google Imagens)

Tenho aprendido que o melhor caminho da vida é aquele que é trilhado em etapas…

Há tempo para todas as coisas… e todas as coisas que fazemos são necessárias…

Quando as fazemos na etapa certa da nossa existência, elas marcam nossa alma e nossas emoções de uma forma extraordinária.

Que bom que alguém pensou em dividir nosso tempo em etapas chamadas “anos”. No final de cada ano, consideramos mais uma etapa vencida, quando podemos sentar, refletir, reavaliar e seguir em frente no ano seguinte.

Considero cada etapa, um conjunto de passos no compasso musical, que faz parte da canção que vamos entoando através da nossa vida.

Agora, no início desta nova etapa, estamos no momento ideal de acertar nossos passos, que às vezes ficaram fora do compasso, destoando nossa canção.

A cada compasso, através de minha consciência, meu diapasão natural, eu repasso minha canção e confiro se meus passos comungam com a canção que projetei para minha vida.

Não adianta andar sem destino, com o passo fora do compasso; precisamos acertar nossos passos e correr sistematicamente em direção ao alvo que desejamos.

Já parei, conferi meu compasso, acertei meus passos e estou iniciando mais uma etapa de minha vida, cantando minha canção. Canção que sonhei, canção que projetei, canção que vivenciarei pelas próximas etapas de minha vida: quantas, eu não sei.

Só uma coisa eu sei, e é que, enquanto eu cantar, minha vida será mais leve e não ficarei sozinha, pois haverá sempre alguém para ouvir minha canção!!!

Com esta reflexão, espero que você também comece a “cantar” seus sonhos e projetos e nunca mais estarás só… Formaremos um grande coral onde todas as vozes se unem num mesmo som de paz e de harmonia universal.

Te convido a fazer parte desse coral!!!

“De repente, uma grande multidão do exército celestial apareceu com o anjo (que anunciava o nascimento de Jesus), louvando a Deus e dizendo: “Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens, aos quais ele concede o seu favor”. (Bíblia NVI: Lucas, 2:13-14)

 

Sonia Valerio da Costa
02/01/2010