Início > Artigos > Minha fé é racional

Minha fé é racional


féracional

(Google Imagens) 

Facilmente encontramos uma grande variedade de mensagens falando sobre amizade, ou mesmo definindo o que é ser amigo. Todos que já participaram de alguma plataforma de relacionamento na web, entendem perfeitamente o que estou querendo dizer. Aqui encontramos muitos amigos virtuais que, muitas vezes contribuem muito melhor para o nosso crescimento, do que amigos reais que  na maioria das vezes não podem nos ajudar quando mais estamos precisando.

Na verdade, nós seres humanos, sempre nos empolgamos num primeiro momento quando fazemos novos amigos. Com o passar do tempo e da convivência, vamos entendendo que aquela amizade não era tudo aquilo que imaginávamos. Assim, os contatos vão sendo feitos com intervalos cada vez maiores, se tornando esporádicos, até que ficam em nossa lembrança, apenas a nostalgia que um dia tivemos a oportunidade de conhecer alguém interessante e que naquele determinado momento nos foi favorável.

Quem nunca se decepcionou com algum amigo íntimo, daqueles que estão sempre conosco e com quem sempre  pudemos contar, que atire a primeira pedra. Não estou fazendo apologia contra a amizade, mas sim querendo dizer que todas as amizades são passageiras. Algumas duram anos, mas devido a circunstâncias da vida elas também se acabam; ou na melhor das hipóteses, se tornam distantes.

É bem provável que o leitor esteja se questionando, buscando entender onde estou querendo chegar. Fique tranquilo porque esse é meu estilo; gosto de montar uma linha de raciocínio para me fazer entender da melhor forma possível. Sou mais razão do que emoção.

Quem não gostaria de ter um amigo, com o qual pudesse contar no momento que precisasse; que resolvesse todos os seus problemas da melhor forma possível; que estivesse ao seu lado nos momentos de tristeza, angústia, enfermidade e outras adversidades da vida, para poder chorar com você, mas também te dar palavras de encorajamento; que participasse dos seus momentos de sucesso, se alegrando com suas vitórias como se fossem vitórias dele também; que você pudesse confidenciar seus segredos mais íntimos e ele te compreendesse, te aconselhasse sabiamente e nunca te difamasse ou contasse seu segredo para um outro melhor amigo dele; em fim, em quem você pudesse confiar cegamente, pois ele estaria sempre acreditando em você, de tal forma, que disponibilizaria todos seus contatos, para que você pudesse localizá-lo sempre que precisasse?!!!.

Seria até um tanto utópico pensar que, quando você telefonasse para esse amigo, nunca ouviria som de ocupado, ou de mensagens gravadas, ou fora de serviço, ou fora de área, ou sendo transferido para caixa de mensagens.

Se você

… enviasse um e-mail, a resposta dele seria automática; não daquelas dizendo que você aguardasse um retorno; mas que ele estivesse ali, on-line, para te responder imediatamente.

… entrasse no MSN, imediatamente levantaria uma janelinha lateral e claro, seria ele dizendo: “eu também estou aqui, caso você esteja precisando de alguma coisa”.

… no Twitter, iria verificar que, justamente naquele momento, ele estava com a agenda livre para te receber.

… no diHITT, encontraria ele lá também, on-line, claro, para receber, votar e comentar todas as notícias que você enviasse, de forma que você sempre estivesse no ranking dos mais populares.

… na Blogosfera, já sabendo de antemão  o assunto que você estava precisando se aprofundar, automaticamente, ele iria te disponibilizar uma série de links, indicando o conteúdo de cada um.

… no Neopets, já receberia uma orientação dos jogos que mais estavam fazendo sucesso naquele momento e você estaria despreocupado com algum crédito que pudesse perder numa jogada errada, pois ele te cederia créditos gratuitamente, para que sua imagem não fosse comprometida diante dos demais competidores.

… no orkut, no ning, no facebook, no flickr, e outros, ele também estaria on-line, para te apoiar no que fosse necessário.

Com certeza você deve estar pensando que isso seria um verdadeiro Big Brother  e que na verdade não teria graça nenhuma; essa “comodidade” que esse utópico amigo estaria lhe proporcionando, anularia todas as emoções que você poderia sentir, se pudesse usar da sua liberdade para resolver seus problemas com sua própria inteligência.

Com todo esse meu raciocínio estou levando o leitor a refletir sobre duas situações completamente extremas, para que no final possamos chegar a um ponto de equilíbrio.

Quem nunca passou pelo constrangimento de precisar ligar para o setor de reclamações de alguma empresa, e quando conseguiu ser atendido pela “Central de Relacionamento” e, depois de ter conseguido relatar todo o problema a ser resolvido, ouviu como resposta que a solução seria dada em outro setor e que seria necessário aguardar na linha, até que a telefonista concluísse a transferência; então enquanto aguardava a trasferencia, começou ouvir a musiquinha e, a partir de então, não é preciso dizer mais nada!!!

Imagine como se sentiria um internauta (Oração do internauta) que estivesse dependendo de um e-mail sobre uma causa na justiça e como resposta ele poderia esperar, tanto uma condenação, como uma absolvição, mas só recebesse mensagens automáticas: “seu processo está sendo analisado, continue aguardando”.

… um usuário do MSN que estivesse aguardando um retorno do seu amigo e de repente o sinal da Internet cai;  quando retorna, percebe que seu amigo ficou off-line; assim, termina o dia e a resposta não vem.

…um twitteiro que está acompanhando a agenda de um following  seu, para marcar um encontro, e só consegue desencontros.

… um dihittiano que passa horas buscando notícias inéditas, ou furo de reportagens; vota em todas que acha interessante e também consegue comentar todas as notícias que lhe são indicadas. Quando ele vai conferir seu perfil, sua porcentagem continua baixa, porque ele votou em notícias que não se tornaram populares e as notícias que comentou eram apenas de alguns amigos seus.

… um bloguista que passa de um Blog para outro seguindo as indicações, mas termina seu tempo disponível e ele não consegue chegar a um, que satisfaça sua curiosidade.

… um neopiano que, confiando na sua sorte, empresta créditos para conseguir comprar um item raro para sua coleção e, por distração, perde tudo numa jogada errada; aí por questão  ética e moral, precisa jogar gratuitamente durante meses a fio para pagar os créditos emprestados.

E assim são com as demais redes sociais. Em todas elas existe competitividade, erros e acertos e queiramos ou não, nesta vida trabalhamos apenas com possibilidades. Creio que após esta reflexão nos encontramos mais capacitados para entender o que podemos considerar um bom amigo ou não.

Para mim, bom amigo é aquele que:

…está sempre disposto a me ouvir e responder, apenas quando eu perguntar ou pedir um conselho;

… me dá a liberdade de errar e acertar, não me ofendendo ou criticando minhas atitudes, como se ele fosse o dono da razão, ou mesmo que fosse;

… permite que eu tenha minhas próprias experiências de vida, mesmo sabendo que poderei dar algumas cabeçadas;

… mesmo acompanhando meus passos e percebendo que estou seguindo numa direção que poderá complicar minha vida, ele possa aguardar até que eu me conscientize disso e peça-lhe socorro;

… quando eu chamo, então ele vem, resolve o problema de uma forma extraordinária e nunca vai me lançar em rosto os benefícios que me concedeu;

… sempre acompanha minha vida de perto, respeita minhas escolhas e me dá estrutura para que eu possa vivê-las da melhor forma possível;

… tanto me ajuda a recuperar minhas perdas, quanto vibra junto comigo nos meus sucessos.

Eu pergunto a você: “não é maravilhoso ter um amigo assim?” E agora, somente agora, depois que refletimos em conjunto, vou lhe contar um segredo: “eu encontrei esse amigo”. Como ele mudou a minha vida, também quero compartilhá-lo você; creio que um amigo que se comporta dessa maneira, com certeza você irá recebê-lo de braços abertos sem maiores explicações.

Esse amigo é Jesus Cristo e é por isso que eu posso afirmar que minha fé é racional. Eu creio e confio nele com todas as minhas forças, minhas energias, meu corpo, alma e espírito. Todas as experiências de vida que tenho, foi Ele que me deu oportunidade para vivê-las, de forma que eu pudesse amadurecer equilibradamente.  Todo conhecimento que tenho, foi Ele que me ajudou e me orientou como adquirir, através da Sua palavra (A Bíblia Sagrada).

Receba Ele também como seu melhor amigo, e quando te questionarem a respeito de sua fé, você também poderá dizer que “sua fé, também é racional”, pois foi formada através do seu raciocínio, refletindo e questionando conscientemente, sobre todas as informações e conhecimentos que você adquiriu até este momento, durante toda sua vida.

(Este artigo foi escrito com base no texto de Romanos 12:1-2)

Sonia Valerio da Costa
07/11/2009

Anúncios
  1. 16/02/2010 às 8:00

    Somos o que somos graças às amizades que temos… ou nos afastamos! rss A verdade é que não dá para vivermos sozinhos!Um abraço!

    • Sonia Costa
      16/02/2010 às 8:47

      Olá Francisco,
      Como num processo de osmose, vamos lentamente assimilando mutuamente os comportamentos que nos agradam nos amigos e, com o passar do tempo, vamos ficando cada vez mais semelhantes um com o outro Se olharmos apenas para os defeitos, que todos nós temos, ficaremos isolados e marginalizados pela sociedade. Por isso que eu gosto de ficar perto dos bons amigos, mas, do melhor amigo que é Jesus, eu desejo não estar apenas perto, mas sempre junto com Ele., pois é o maior bem que possuo.
      ABraços.

  2. Suely
    31/01/2010 às 9:43

    É, maninha, amigo assim, só mesmo Jesus! Ele tem tempo total para nos atender. O que seria de nós se não fosse Ele! Por isso, quando nenhum amigo aqui na terra ou até mesmo parentes não puderem te atender, ligue para Jesus, que Ele está sempre pronto a enviar o bálsamo de que precisamos naquele momento.
    Abraços.
    Suely

    • Sonia Costa
      31/01/2010 às 10:43

      Oi maninha,
      Fiquei feliz de ver você novamente por aqui. Realmente Jesus é nosso amigo fiel, pois enquanto esperamos que Ele faça justiça ao nosso favor, Ele também nos conforta emocionalmente, nos dá paz e tranquilidade para aguardarmos a melhor solução que, somente Ele, pode nos dar. O que é mais lindo, é que Ele não se vinga, simplesmente faz justiça com amor; Ele incomoda aqueles que nos trairam para que venham se retratar com tranquilidade e tudo se faz bonança.
      Agradeço suas palavras de apoio e incentivo.
      Abraços e beijos a todos aí.
      Sonia

  3. Sonia Costa
    12/11/2009 às 2:21

    Irmão Sampaio, Graça e Paz!
    Agradeço sua visita ao meu Blog, e também ao comentário feito. Estou respondendo para confirmar que recebi, mas optei por não aprovar a publicação, pois a mensagem contida nesse comentário, não se refere a nenhum dos meus textos. Neste Blog, eu não abri espaço para Foruns de discussão.
    Espero que o irmão compreenda minha posição!
    Deus abençoe sua vida!
    Sonia

  4. 09/11/2009 às 6:34

    Sonia, ter amigos é importante, como você diz, pois “não somos ilhas”. Porém amizade – ou ser amigo – é uma via de mão dupla, e andar de maneira correta nessa via é um desafio que devemos vencer todos os dias. E isso serve, também, para nossa amizade com Cristo. Paz.
    P.S. Gostei do seu blog.

    • Sonia Costa
      09/11/2009 às 18:11

      Francikley,
      agradeço seu acesso ao meu Blog e também pelo comentário aqui deixado. Concordo com você que a amizade deva ser uma via de mão dupla; do contrário ela se esvazia. De qualquer forma, as amizades que temos neste mundo, sempre terão falhas, porque o ser humano é falho.
      É por isso que conduzi o texto, de forma que o leitor pudesse fazer o uso da razão para entender que, por mais amigos que tenhamos, eles nunca serão suficientes para atender todos os níveis das nossas necessidades.
      O Amigo Jesus é insubstituível e, por conhecê-lo, posso dizer com toda convicção que “minha fé é racional”.
      Agradeço também o elogio e tenha uma boa semana juntamente com sua família!
      Sonia

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: